LGPD – UMA ALIADA FUNDAMENTAL PARA OS NEGÓCIOS.

As novidades tecnológicas trouxeram inúmeras mudanças para o mundo dos negócios. E ao mesmo tempo em que as novas tecnologias crescem, a demanda por segurança da informação é cada vez mais necessária para manter as ameaças distantes.

É assim que a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) – um conjunto de regras exclusivamente instituído para a defesa e proteção de interesses individuais – pode trazer muitos benefícios para os negócios, pois é uma forma de estabelecer um novo tipo de relacionamento com o cliente, baseado em mais transparência, confiabilidade e responsabilidade.

Por que é importante investir na proteção de dados?

A análise de dados está no centro das principais estratégias de negócios. Isso, por si só, já é uma forte razão para protegê-los; caso contrário, sua empresa pode perder vantagem competitiva.

Além disso, o vazamento de dados pode ser extremamente prejudicial para a imagem das organizações, levando à perda de credibilidade junto aos clientes e clientes em potencial. E não é só isso: dependendo das proporções, a empresa pode vir a sofrer altas perdas financeiras.

É o caso que ocorreu no Brasil com a Netshoes, por exemplo, que teve de fechar um acordo extrajudicial com o MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) para evitar uma ação coletiva. A empresa pagou R$ 500 mil como indenização pelos danos morais causados por vazamentos de dados em 2017 e 2018, além de investir no reforço à segurança da loja online.

A relação entre a LGPD e o GDPR.

O que também é preciso destacar é que a LGPD é parte de um movimento internacional de regulação de tratamento de dados.

Com participação política em diversos blocos econômicos, o Brasil é signatário de alguns acordos internacionais, como o Acordo Mercosul – União Européia. Por sua vez, a UE (União Européia) instituiu o seu GDPR (Regulamento Geral De Proteção de Dados Pessoais da União Européia), que foi o precursor para a regulamentação de proteção de dados no Brasil.

Propulsor da LGPD, o GDPR sustenta o receio de barrar operações comerciais entre a UE e outros países que não estiverem em adequação às suas normas de proteção de dados pessoais.

Assim é que para a empresa brasileira que participa ou tem interesse em operações econômicas no mercado externo – principalmente no mercado europeu – é indispensável estar em conformidade com a LGPD.

Como a LGPD impacta seu negócio.

A seguir, alguns dos benefícios da LGPD aos negócios da empresa:

  • Mais segurança jurídica: a LGPD mitiga as dúvidas e torna as regras relacionadas à privacidade no país mais claras. Ela também coloca o mercado brasileiro a par de mercados como o europeu.
  • Melhorias no relacionamento com os clientes: ao seguir a LGPD, as empresas se tornam mais transparentes com seus clientes. Assim, o relacionamento se apresenta mais estreito e amparado na confiança.
  • Melhora no gerenciamento de dados: para estar em conformidade com a LGPD, é necessário saber exatamente quais informações confidenciais a empresa tem sobre as pessoas. Por isso, passa a ser importante realizar auditorias, organizar melhor os armazenamentos e refinar os processos de gerenciamento de dados.
  • Aumento no ROI de marketing: com a eliminação de informações irrelevantes que atrapalham as ações de marketing, tais como leads perdidos ou endereços que não existem mais, o banco de dados passa a ficar mais organizado. Com isso, o marketing consegue adaptar com mais facilidade suas mensagens de acordo com o perfil dos públicos de interesse. Consequentemente, o Retorno sob Investimento (ROI) melhora; orçamentos e esforços serão gastos de maneira inteligente, por exemplo.

Referências:

www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13709.htm

pt.wikipedia.org/wiki/Regulamento_Geral_sobre_a_Prote%C3%A7%C3%A3o_de_Dados

www.mjvinnovation.com/pt-br/blog/lgpd/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *